Serra da Ermida 357

Daniela de Moraes

Em 1990 o Brasil sofreu o impacto de um pacote econômico que consistiu no confisco das aplicações bancárias da população, denominado Plano Collor. Suas medidas abusivas abalaram a sociedade, faliram famílias e empresários, levando várias pessoas ao suicídio. Abordando questões sobre vida e morte, tragicidade e afetividades, este projeto desdobra-se em uma trilogia em formato de livro.

No primeiro volume, Daniela de Moraes refaz o caminho trilhado pelo avô de seu filho, representando subjetivamente o local onde ele suicidou-se. Dessas imagens desprendem-se potentes símbolos, propícios para especular sobre as incertezas que rondam as decisões tomadas ao longo da vida.

Num segundo momento, a artista intervém em imagens do álbum de família do personagem central dessa história, reconstruindo cronologicamente sua trajetória da infância à vida adulta. Ao final, um encarte reedita imagens e notícias de jornais de 1990, contextualizando o momento sócio-político da época, um dos mais surreais e traumáticos da nossa história.

R$80.00

Adicionar ao carrinho Comprar Adicionar à wishlist

Disponível

Últimas Cópias

Esgotado