Plano, seco e pontiagudo

Mônica Zarattini

A fotógrafa Mônica Zarattini viajou em 1989 e 2016 para o sertão da Bahia, onde ocorreu a Guerra de Canudos há 120 anos.
Na primeira viagem, a missão de Mônica foi fazer uma reportagem sobre os 80 anos da morte de Euclides da Cunha, quando fotografou em preto e branco, com o bom e velho filme TRI-X, sistema analógico.
Repetiu a mesma rota em 2016, quando reencontrou cinco pessoas que se emocionaram muito ao ver suas imagens de 27 anos antes. Desta vez, projetou as fotografias antigas nas pessoas reencontradas e as fotografou novamente, só que em fotos coloridas, e no sistema digital.
Além disso, levou consigo 3 rolos de filmes infrareds, os quais ficaram por 27 anos guardados na sua geladeira e com eles registrou paisagens locais.
Esses ensaios estão no fotolivro Plano, seco e pontiagudo (Co-edição/Editora Ipsis e Editora Madalena, 76 páginas), com tiragem de 400 exemplares, numerados e assinados.

R$80,00

Adicionar ao carrinho Comprar Adicionar à wishlist

Disponível

Últimas Cópias

Esgotado