Marrocos

Gringo

O livro “Marrocos” é resultado de uma imersão fotográfica dentro de uma das maiores e mais emblemáticas ocupações sem-teto de São Paulo. Um registro documental das consequências das crises urbana, habitacional e migratória pela qual passa a maior cidade da América Latina. Durante o ano de 2016, o coletivo Gringo foi testemunha da disputa entre a porprietária do móvel, os moradores e a polícia em meio ao processo judicial na luta por esse gigante decadente.
Em paralelo a esse conflito acompanhamos os últimos meses de vida da ocupação até a reintegração de posse e a expulsão total de seus moradores. Quando todos os líderes do movimento sem-teto que coordenavam o lugar foram detidos acusados de envolvimento com uma das maiores organizações criminosas do país, o PCC. Um desfecho que tirou qualquer possibilidade de defesa dos moradores culminando com a retirada definitiva de todos no final do ano.
O edifício Marrocos foi uma ocupação famosa e muito peculiar pelo seu tamanho e pela sua história. O prédio, construído na década de 50, foi por mais de 30 anos, uma referência de riqueza e glamour em São Paulo até que suas portas foram fechadas nos anos 90 junto com a decadência do centro. Um lugar que acomodou durante grandes empresas em seus 12 andares comerciais, e no térreo, o maior e mais luxuoso cinema da América do Sul, o Cine Marrocos. Em 2013 ele foi ocupado pelo Movimento sem-teto de São Paulo o que o transformou em uma Torre de Babel moderna onde chegaram a morar 3 mil pessoas boa parte delas imigrantes ou brasileiros vindos de outros estados do Brasil.
Assim, “Marrocos” se tornou o registro visual de um prédio que era um recorte único de muitas facetas de um Brasil em um contubardo momento político e econômico que ainda segue em curso.
Marrocos, do Coletivo Gringo

R$100.00

Adicionar ao carrinho Comprar Adicionar à wishlist

Disponível

Últimas Cópias

Esgotado